20 julho 2008

"Ou você morre como heroi, ou vive o bastante para se tornar um vilão."


Tá, eu sei que diversos blogs já fizeram postagem sobre o filme e mesmo que não fizessem não precisavam, pois a maioria de vocês já devem ter assistido o filme, mas eu tenho que falar sobre o tema. Vamos iniciar com a quase briga que teve na frente do cinema. Fui assistir o filme na sexta de estreia, o horário que conseguimos era 22hrs no cinema do Leblon, fui encontrar o namorado da minha irmã as 19hrs no shopping do Leblon, ficamos eu, minha irmã e o namorado dela enrolando no shopping até umas 21hrs e descemos para ir ao cinema que era o cinema de rua lá no Leblon, encontramos o meu namorado e lá fomos nos para o cinema, crente que não teria fila... Ledo engano, já tinha uma fila de cerca de 30 pessoas, minha irmã que conhece Deus e o mundo foi ver se conhecia alguem que estivesse mais a frente para furarmos fila, mas nada, ela disse que só tinha um bando de gente com cara de nerd, então eu resolvi ver se conhecia algum daqueles nerd's... Mas não conhecia, tivemos então que esperar pacientemente na fila, acabamos fazendo amizade com o casal que estava atrás de nos na fila, pois tinhamos que fazer algo para aguardar até as 22hrs, e por volta das 21:30hrs o estresse começou (observação, nessa hora a fila estava já dobrando a esquina)

Gente na boa, você ir na frente e guardar lugar para seus 4 amigos que vão chegar depois é uma coisa, mas quando fomos ver o casalzinho da frente se transformou em uma "reunião de formatura do segundo grau", como o meu cunhado apelidou, de 12 pessoas, isso mesmo, eles estavam guardando lugar para 10 pessoas e depois esperavam ainda mais 2 pessoas, minha irmã que não é nenhum pouco calma começou a fazer barraco... Como disse anteriormente você guardar o lugar para 4 pessoas, 5 no máximo, é uma coisa, mas 12 pessoas? É muito abuso... Minha irmã começou a falar alto que eles não iriam passar na frente, a garota da frente começou a falar também (observação, elas não discutiram entre sim, uma falava alto para a outra escutar)... Minha irmã chegou a fazer ameaças falandocom o casalzinho de trás que iria grudar chiclete no cabelo da garota da frente... Bem a fila começou a andar e na hora que virava para entrar no cinema, eu, minha irmã, meu namorado e o namorado da minha irmã passamos na frente do casalzinho na frente e de seus 12 amigos, o que fez a garota chiar e receber um "Eu disse que não passariam na minha frente" da minha irmã, e finalmente entramos no cinema pegando um lugar lá atrás para sentar.


Sabe aquelas almofadas que tem para fazer o banco ficar mais alto para quando criança vai no cinema? Então... Não tinha nenhuma criança no cinema (uma vez que era 22hrs e a censura do filme é 14 anos), mas as almofadas estavam indo embora, todo mundo pegando as almofadas para ficar mais alto e logico que eu e minha irmã pegamos almofadas para nós quatro. Muito bem, almofadas em mão, lugares marcados, sai eu e minha irmã para comprar pipoca. Eu comprei um combo mega (Refrigerante de 700ml e muita pipoca) porque comprando esse combo ganhava o poster do filme. Minha irmã acabou querendo também para dar o poster para o namorado, ela falou que era por causa da pipoca, mas eu disse que não conseguia comer a pipoca toda, mesmo assim ela quis. Beleza, compramos a pipoca e exclusivamente, não sei o porque, a moça do caixa deu para gente além do poster um album com figurinhas do filme Wall-e, não, não era promoção porque só nos duas ganhamos, e lá fomos nos entrar no cinema de novo, com poster, refrigerante (que tinha uma imagem bonitinha na tampa), canudo e saco de pipoca (queria ter umas 4 mãos nessa hora), derrubei metade da pipoca no pessoal da frente enquanto tentava ir para o meu lugar.
Beleza sacos de pipoca na mão (eu, minha irmã e meu namorado), bastante refrigerante também (o mesmo trio descrito acima) finalmente apagaram as luzes e começou a rodar as imagens do projetor.

Depois de uns 30 minutos de comerciais inuteis (o que me fez lembrar com alegria o tempo que propaganda só se via na televisão) e dois traillers (um do arquivo X que fez o meu cunhado ficar gritando sozinho no cinema "Eu Acredito") e o filme então finalmente começou.
Bem, não preciso falar do maravilhoso trabalho de Heath Ledger no papel do coringa, que fará falta no próximo filme, também não preciso falar da perfeita atuação de Christian Bale no papel do Batman, que mesmo não sendo fisicamente o Batman que eu quero, foi o melhor Batman que em relação a atuação.

Não vou falar do ótimo trabalho deles pois todas as criticas já tinham falado bem dos dois, eu fui para o cinema esperando ver o ótimo trabalho deles e não me decepcionei, porém alguem que me surpreendeu foi o Aaron Eckhart no papel do Harvey Dent e depois Duas Caras.
Já conhecia o trabalho do Aaron anteriormente, amei o filme "Obrigado por fumar" dele e sabia que ele trabalhava bem, porém não li muitas criticas falando do personagem dele nem do papel e ele arrasou... Meu namorado que o diga, todaa vez que o Aaron aparecia meu namorado teve quase sua mão arrancada e dedos quebrados (eu juro que escutei pelo menos um dedo dele estalando uma das vezes que eu apertei sua mão). Ele fez uma ótima participação, a ponto de no final do filme eu querer trocar meu poster do Batman por um do Duas Caras se tivesse, mas não tinha.

Tá estou pagando maior pau para o Aaron, mas porque estou fazendo isso? Porque ele mereceu, vamos ao seu personagem. Ele começa o filme como um personagem totalmente digno e respeitavel, alguem totalmente de confiança, que arrisca a vida para colocar ordem em Gothan, ok vocês devem estar falando "Beleza, e daí? O Batman também" concordo, porém com a diferença que o Harvey não usa mascarás, coloca sua cara a tapa, não tem o treinamento que o Buce teve para as lutas e não usa as armas do Bruce, mas é ele que fica "transparente" para todos os criminosos que vão preso.

Você vê um cara totalmente digno como esse se transformar no vilão do duas caras em um único filme e o melhor, sem perder a coerencia do personagem.
É muito fácil você transformar o mocinho em vilão se ele sempre foi vilão fingindo ser mocinho, mas é complicado mudar o carater totalmente do personagem e mesmo assim continuar coerente, é dificil para o escritor e igualmente dificil para o ator e o Aaron conseguiu isso, mesmo tendo um papel secundario, já que os personagem principais são o Batman e o Coringa (logicamente).

Apesar de ter ficado evidente que ele é um dos vilões eu fiquei com pena dele, sério mesmo, ele meio que escutou a mulher que amava morrendo, imagina como deve ser horrivel isso? Isso explica o vilão que ele se tornou, muita gente por menos que isso faz pior, ele apenas quis vingança contra os que mataram a sua noiva, fiquei muito bolada quando ele morreu no final.


Bem, não vou me pronlongar mais do que já fiz, por isso vou terminar o post e agora está explicado o porque prefiri colocar a imagem do Aaron como Harvey Dent do que uma do coringa ou do batman como na maioria dos blogs que vi por ai.

Ah... Observações finais... Ainda tem 90% da minha pipoca no saco, porque ninguem conseguiu comer a pipoca toda e a minha também. Se lembra lá no começo que eu falei das imagens bonitinhas na tampa do refri? Depois descobri que na verdade é um CD Rom pequeno de propaganda de Coca Cola que eu ainda não vi, mas achei legal a propaganda.

1 comentários:

fagner disse...

ola, dificilmente faço comentários em blogs, mas não pude dixar de fazer este, fala sério tu achou ruim que um casal estava guardando lugar pra outras dez pessoa, mas bem que tentou tambem furar a mesma fila, ora 12 pessoas em relação a 4, é a mesma coisa que 4 em relação a uma pessoa sozinha, ou seja seria a mesma coisa se vocês 4 furassem a fila na frente de uma pessoa sozinha, temos que acabra com esta historia de jeitinho, ou seja, pimenta no c... dos outros é refresco ?
desculpe a sinceridade e grosseria, mas ao menos neste momento, foste muito hipócrita.